O que é flexibilidade na linha de produção e como otimizá-la

Tempo de leitura: 3 minutos

Um dos conceitos que é pilar para a aplicação da Indústria 4.0 é a modularização, impactando na flexibilização da produção. Como funcionamento básico de uma linha que atenda aos novos padrões de automação industrial e inteligência artificial, ela deve conter máquinas conectadas e inteligentes, que consigam controlar a produção e os seus módulos afim de ter uma manufatura mais autônoma e voltada ao consumidor.

Por meio da flexibilidade na linha de produção, esta se alinha a demanda do consumidor. Permite também a capacidade de acoplamento e desacoplamento de módulos nesta mesma produção, fazendo com que as máquinas possam ser alternadas – conseguindo assim atender a diversas demandas e pedidos dos consumidores.

Sendo assim, como então a flexibilidade na linha de produção pode ajudar a otimizar o seu tempo?

Flexibilidade da linha de produção e o seu gereciamento

Uma das grandes mudanças nos paradigmas que estão afetando a produção industrial como um todo é a capacidade de integrar o que se é manufaturado as necessidades e preferências específicas de cada cliente. Isso se chama customização e está se tornando cada vez mais presente nas plantas industriais.

Sendo assim, acarreta em fatores positivos e alguns complicadores – apesar de ser benéfico para o cliente pois a sua demanda é personalizada, a linha de produção pode ser afetada com o aumento do número de clientes que contam com essa personalização. Assim, a automação e a indústria 4.0 ganham espaço pois chegam para resolver justamente esse gargalo.

O tempo entre a demanda gerada pelo mercado e a produção do bem de consumo é reduzido, uma vez que os sistemas fabris estão cada vez mais preparados para essa flexibilização de produção.

E como ter a flexibilização na linha de produção?

As novas máquinas e tecnologias que estão disponíveis para a flexibilização na linha de produção impactam efetivamente para o seu sucesso. Com o avanço da automação industrial e de novos materiais elétricos, os novos equipamentos industriais oferecem não somente tecnologia, mas agilidade e eficiência para a linha de produção, acarretando numa maior inteligência da mesma.

A automação industrial fornece os suprimentos necessários para as máquinas se tornarem mais flexíveis à capacidade de personalizar o produto para cada demanda – Cabe aqui salientar que essa personalização pode ser desde leve até extrema. Um exemplo disso é a disseminação cada vez maior das impressoras 3D que são capazes de imprimir uma determinada peça criada exclusivamente pelo cliente que a desenhou.

O investimento em dispositivos inteligentes e novos tipos de controle para a automação permite que os limites para a flexibilização da produção sejam extendidos, trazendo uma aprimoração das operações industriais e do atendimento aos novos tipos de demanda.

Saiba mais!

Para saber mais sobre a flexibilidade na linha de produção e como ela pode impactar positivamente a sua indústria, entre em contato com o nosso time de especialistas! /p

Nós da Eletronor ficaremos felizes em te ajudar a implantar a mobilidade para a sua automação industrial!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *